Se você desejar informações adicionais, participar ou colaborar de algum modo das atividades relacionadas a seguir, entre em contato com a secretaria da CEEB, de segunda a sexta-feira, em horário comercial - pelo telefone (21) 2446-8108.

 

Distribuição de Cestas Básicas - Mensal

A Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo atende famílias carentes de toda região de Jacarepaguá e adjacências, todas as manhãs de sábado. Estas famílias assistem a estudos de evangelização, e logo após é servido um almoço para elas; complementando o atendimento, todo inicio de mês recebem uma cesta básica com os seguintes alimentos: Feijão Arroz Óleo Sal Açúcar Macarrão Farinha de Mesa Farinha de Trigo Farinha p/ Mingau Leite Biscoito Café Gelatina Suco de Frutas Nas suas compras de supermercado, lembre-se de incluir algum destes itens para ajudar a CEEB a continuar atendendo estas famílias.

 

Distribuição de Cestas de Natal e brinquedos (sede e Núcleo Vila Sapê) - Dezembro

Ao final de cada ano a CEEB proporciona às famílias assistidas uma cesta básica especial de Natal, incluindo também brinquedos para as crianças. É um dia de festa, confraternização e solidariedade.

 

Grupo da Terceira Idade

Grupo de convivência de pessoas da terceira idade. Acontece todas as terças-feiras, às 9h30.

 

Grupo de Costura

Às terças-feiras, às 9h30.

 

Oficina de Bordado e Tear de Grampo - Grupo Paulo de Tarso

Ocorre às quintas-feiras, às 14h.

 

Orientação Jurídica

Realizada às terças-feiras, das 9h às 12h.

 

Visitas aos internos do Hospital Curupaiti (Instituto Estadual de Dermatologia Sanitária)

Aos terceiros domingos de cada Mês alguns companheiros da CEEB participam desta visita aos irmãos hansenianos, muitos internados há vários anos no local.

 

Não posso resolver o problema social da humanidade, mas, se é o prato de sopa o que posso oferecer ao faminto, eu não vou me omitir; se é o agasalho humilde, alguma coisa que possa alimentar a esperança de alguém, dando a ele as forças de que ele necessita para esperar... A caridade não resolve o problema de ninguém, mas, enquanto a  pessoa não cria meios  de superar as suas dificuldades existenciais, a caridade 'agüenta as pontas', ou seja, não a deixa marginalizada, impedindo que a necessidade lhe desencadeie a revolta - revolta que, não raro, traz para o seu espírito consequências imprevisíveis, porque, no clima da necessidade, a pessoa pode roubar, pode matar, pode cometer suicídio...

Chico Xavier